Ser autor Nacional também é provar que é bom,até para colegas na mesma área? ( Especial Colleen Houck)


No último dia 13 de janeiro,quando postei uma critica a alguns blogs que estão pouco ligando em ajudar autores nacionais não publicados com resenhas,eu também desabafei sobre o vício nojento e preconceituoso das pessoas em rotularem obras nacionais por causa dos gêneros usados por autores estrangeiros,como se fossem cópias baratas sem nem mesmo se darem ao trabalho de lerem e pesquisarem o enredo das obras(Lê-se não cópias de ideias em tudo! Tudo!) ou datas de criações. E não se passaram muitos dias dessa mesma postagem e ganhei duas resenhas em blogs muito bons das minhas leitoras e amigas Pri Sobrinho da Irmandade L e Jo Raphaela do Universo de Leituras da Jo para ambos os livros I e II da Saga. As resenhas ficaram lindas e recebi muitos comentários,no entanto,alguém que nem preciso citar o nome aqui porque todo mundo já sabe quem é,e que também é autora ( Belo exemplo de pesquisadora e  solidária aos outros colegas. Puxadora de tapetes.) invadiu ambas as resenhas e fez insinuações criticas numa delas,e na outra fez um comentário irônico me acusando de não ser criativa e muito menos original sem ao menos ter lido meus textos. Ou ter pesquisado que não teria como eu copiar obra alheia porque as datas de inicio da minha e de lançamento do trabalho da Colleen no Brasil não batem. E mesmo assim ambos os trabalhos não tem NADA A VER UM COM O OUTRO EM NADA.

 E isso gerou muita controvérsia,pois minhas leitoras, assim como eu ficamos bastante ofendidas com algo que foi feito e ainda é feito com outras obras por pessoas ignorantes,que não tem noção do que é uma boa pesquisa antes de abrirem a boca para criticarem o abecedário inteiro. E justamente indignada com essa onda de ''pessoas rotuladoras'' que eu resolvi enviar um e-mail a autora da Saga Tigers Curse e perguntei o que ela como uma autora internacional achava de leitores que fazem esse tipo de coisa. Uma semana se passou e finalmente na minha caixa de e-mail obtive uma resposta por parte de uma de suas assessoras em nome da autora.

 Eis o e-mail que mandei:

''Hello, Mrs. Houck! My name is Fernanda Marinho and I am from Brazil.
I've read your work and I'm glad that you brought our tigers to the
literature as a wonderfull american series. Your ideas were brilliant and
I've fallen in love for the action scenes. I loved Kishan and I think that
Kelsey and Ren are perfect together.Well, I'm a writer too - I wasn't
published yet, though. Since 2010, I'm writing a series about tigers, with
more than 12 books. The first three are ready and they are like children
for me. The readers group that comes along with the series is so amazing.
I've never heard about your work until the last few days and some readers
are comparing our books and they have this terrible thought that we,
brazilian writers,just copy foreign good works. Mostly, we that are
starting and aren't published yet, we aren't taken serious as well. My
question is... do you think that is right someone compare a work with
another one, considering that the writers have never read anything of each
one during the time that they were thinking about it? (laughs) I have to
say that I've laughed a lot because our texts aren't similar to yours.
Except for the protagonists, that are cursed.
I wish you much success. And, by the way, lots of blogs are talking good
things about your book. I'll wait your answer, if it's possible. Thank
you.''




Resposta:


Re: Just a question...‏


Hi Fernanda,


My name is Suki and I run the contests for Colleen. A better email for
this topic is contactme@colleenhouck.com.


However, here is my two cents. :-)


Readers will always compare. That is just what humans do. We compare
today's dinner to yesterday's dinner. We compare movies, books, shoes,
celebrities, and more.


It's hard to continue with something that you love when other people are
being negative towards it. But if writing is what you love, keep writing!
If someone likes your story, they will like it regardless of what they
think about Colleen's story or any other similar story.


Before Colleen was published, she was very concerned over what people
would think. Many of Kelsey's likes are the same as Bella's from Twilight.
There's the love triangle that has shown up all over the place but the
most recent big one was the Twilight one. Stephanie Meyers was one of
Colleen's inspirations and motivators to begin writing.
But it would be a little hard to come up with a story that didn't have any
elements that belong to another story, don't you think? Someone is going
to have a tiger. Someone is going to have a princess. Someone is going to
have a foreign country adventure. The magic is in how the story is spun.
People will always compare but that shouldn't stop us from forging ahead.
I don't think it is right for people to compare but they will. We assume
we know the whole story or that if we know something, everyone knows that
same thing/has read that book/has seen that movie.


-Suki


Tradução


Leitores sempre compararão. É o que humanos fazem. Comparamos o jantar de hoje com o de ontem. Comparamos filmes, livros,sapatos, celebridades e mais.
É difícil continuar com algo que você ama quando pessoas são negativas quanto a isto. Mas se o que você ama é escrever, então continue escrevendo! Se alguém gosta da sua história, gostará independentemente do que os outros pensam da história da Colleen  ou qualquer outra história similar.
Antes da Colleen publicar, ela sabia muito bem o que as pessoas pensariam. Muitas qualidades da Kelsey são as mesmas da Bella de Crepúsculo.
Há triângulos amorosos por toda parte, mas o maior e recente deles foi o do Crepúsculo. Stephanie Meyers foi uma das inspirações e motivações da Colleen para começar a escrever.
Mas seria meio difícil escrever uma história que não tivesse nenhuma "coisinha" que pertence a outra história, você não acha? Alguém terá um tigre. Alguém terá uma princesa. Alguém terá uma aventura num país. A magia está em   como a história é contada    
Pessoas sempre comapararão, mas isso não deve parar nosso avanço. 
Eu não acho que é certo que as pessoas comparem, mas elas o farão.
nenhuma ideia é de ninguém. Todos podem ter as mesmas ideias, mas cada um conta-las-á de uma forma diferente.


                                                                            *

Adorei o ponto de vista da lady Suki e não me arrependi de ter enviado a mensagem,pois não sou o tipo de pessoa que é criticada sem fundamentos injustamente e deixa isso para lá. E como ela disse todos podem usar o mesmo simbolo,mas a forma de expressar a historia a respeito dele sempre será diferente,e uma boa critica positiva ou não só pode ser feita em vista da ''leitura do texto primeiro'' e não antes disso.






7 .:

  1. ARRASOU FER! Estou aplaudindo de pé! Francamente, vocês, autores nacionais, deviam se UNIR ao invés de DERRUBAR um companheiro de literatura. Todo mundo espera ser reconhecido, todo mundo almeja ter sucesso e vender muitos livros. Mas não é colocando pra baixo o trabalho dos outros que isso vai acontecer.

    Adorei a resposta da Suki, e você fez MUITO bem Fernanda em mandar um e-mail para a Colleen! :D Tô orgulhosa DEMAIS! Parabéns!

    Ah, e Saga Condenados É ÚNICA! Tô esperando alguém vir com uma obra mais criativa do que essa história! U_U

    ResponderExcluir
  2. Aplaudo você Fernando Marinho de pé e com muito orgulho, voce é uma excelente autora, sua histora falar sobre tigres, a historia da Collen também, mas as historias são totalmente diferente.
    E eu como leitura compulsiva digo que sua historia é unica e especial. Sorte terá a editora que publicar sua obra amiga e não vejo há hora de tem um exemplar da sua obra comigo...


    Não critique antes de ler uma obra, afinal voce pode falar ou critica algo que vc não sabe.

    #ficahádica *-*


    Parabéns Fer!!!!



    Beijos
    Pri
    Irmandade Literária

    ResponderExcluir
  3. É isso aí, Fernanda!! Tem que ser corajosa para escrever e tentar publicar em uma país onde as editoras vivem atrás de autores estrangeiros e não olham para seu póprio quintal!


    Temos ótimos escritores estrangeiros, mas eles deveriam prestigiar o que é nosso e a Fernanda é uma das autoras que deveriam ser vistas pelas "nossas" editoras!


    A Saga Condenados é divertida, sensual, dinâmica. A única coisa em comum com outras? Serem tigres metamorfos! Mas para por aí, pois seu estilo é único e nos prende desde o primeiro livro!


    Poxa!! Quantos livros sobre vampiros, reencarnações, anjos, etc... nós já lemos. Alguns maravilhosos e outros nem tanto. Não se pode comparar os estilos, já que o decorrer da história é completamente diferente e depende do TALENTO do escritor!


    Parabéns, Fernanda, por ser uma ótima escritora!!

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Já tinha seu livro na minha estante do Skoob e acabei de ler uma resenha super positiva. Fiquei bem empolgada! Espero que em 2012 seu livro seja publicado e eu tenha a oportunidade de ler. Deixo meu blog a disposição para divulgações que você desejar fazer!

    Grande beijo!
    @nine_stecanella
    http://www.janinestecanella.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Obrigada Meninas. Ser autor nacional é o mesmo que dar um tiro no escuro e rezar para acertar o alvo sem matar a pessoa errada. E assim nós vamos empurrando com a barriga e aguentando as chicotadas ou desviando delas quando é possível. O importante é nunca desistir mesmo com criticas ou pela falta de valorização.

    ResponderExcluir
  6. É isso aí Fê! Não adianta se por pra baixo por causa de uma crítica, o certo é mostrar o quanto a pessoa estava errada ao julga-la! Saga Condenados é única e um dia vamos ver as editoras disputando entre si para publicar sua obra!! ;D

    ResponderExcluir
  7. Achei muito boa sua forma de tratar o assunto, tem muitas pessoas que se acham as domas da verdade sem nem mesmo se darem ao trabalho de pesquisar, a cabei de ler os seus 4 primeiros livros e adorei achei a historia super original , e amei os mocinhos rsrsrsrs. Assim como a L.J.Smith sofreu com estes tolos desinformados , sendo acusada de "PRAGIAR" a historia da Stephenie Meyer, sendo que the vampire diaries foi publicado em 1991 quando Mayer nem pensava em criar seus vampiros cintilantes.
    Não se importe com estas pessoas sem noção sua historia é ótima (a guardando ansiosamente a continuação) espero que alguma editora se interesse logo pelos seus livros e os publique, você merece.
    Bjs.

    ResponderExcluir
:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk